terça-feira, 24 de maio de 2011

Eu quero um amor




Não quero um amor convencional
desses de cinema
com final feliz e coisa e tal
Quero um amor
de outono, primavera,
de todas as estações.
Quero um amor de mudança,
de transformação
mas que nunca deixe de ser amor
Quero um amor de dúvidas
mas também de muitas certezas
de erros perdoavéis
e acertos incontestáveis
Quero um amor de menina
amor de mulher
Quero todos os amores
que me forem possivéis
Quero amor de uma noite só
quero amor de verão,
quero um amor pra vida inteira
Quero um amor que me deixe sem ar
e que me dê vida própria

Na verdade, quero um amor
do qual eu possa dizer que fui feliz.

                                                                        Bruna Menezes
                                                                       

33 comentários:

Jeh Pagliai disse...

Que lindo!
Sei exatamente o que quer dizer, quer um amor, o qual você possa ser mesmo você, sem mascaras nem tão pouco "papeis a serem interpretados" né? Rs

Adorei!

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

KGeo disse...

bom texto, os amores de cinema só quem pode é atleta por que no final sempre é um correria.

Kelly Christi disse...

Quem é que não quer um amor verdadeiro , com ou sem defeitos não é?

belo blog, moça, abraço

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

Dark Side disse...

Muito lindo..
Tem toda razão em não querer um amor de cinema com um FINAL feliz, pois mesmo sendo feliz é um fim..E qual é o amor que se prese que tem fim?
Continue escrevendo

Sandro Batista disse...

Muito bom o poema...

Eu diria que você quer um amor de verdade! Com tudo de bom, e até de ruim, que ele possa oferecer!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Jayro Gomes disse...

Menina, quantas cabeças você tem? Que imaginação... Gostei muito deste aqui, muito bom! [bj]

Thyallen Oliveira disse...

muito bom msm
parabéns

Beijos

http://thyallencep18.blogspot.com/

Segue, comenta que sigo de volta!

Beijos

Asas Negras disse...

fasso minhas suas palavras, mto bonito, simples mas mto apaixonante!

Augusto Assis disse...

axo que é o que todo mundo quer neah
curti seu poema

Moda disse...

Lindo Lindo amei seu blog *-*

Bárbara Ferreira disse...

Ai q lindoo!!
Também quero um amor assim!
para ce ateh complicado neh, mas nao eh!

Passado pra comentar, passa lá! ;)
http://pinkglamblog.blogspot.com/

paradigmas universal disse...

O que vc quer esta no mundo das ideias..paradigmas universal

Filipe disse...

muitoo bom
parebens pelo blog =)

http://dskele.blogspot.com/
tirinhas dskelé

Andre Mansim disse...

muito bom o texto! Mas o melhor amor não é aquele em que se fala FUI feliz e sim aquele que se fala SOU feliz!


Passa no meu blog depois!

Tatyana disse...

Poxaaaa, tbm quero um amor ó!

Lindo post, linda :)


Promoção para os seguidores
www.equemnaoamaviajar.blogspot.com

João Batista de Lacerda disse...

Estou aqui para agradecer pelo comentário.

Dhé Vitória disse...

Lindo blog.
estou seguindo...
Quem quiser visitar e me seguir

http://dheboravitoria.blogspot.com/

Sigo todos de volta! ;)
bjus

Pamela Dal'Alva? disse...

tbm quero um amor assim...
apesar q ja ganhei ^^
bom. parabens por ter tido seu texto no Suas palavras ^^..
kisu

Dreamer Girl disse...

Eu também quero ;)
Mas eu discordo em um ponto...
Eu quero um amor
do qual possa dizer que sou feliz.
Beijos.



http://olhareseleituras.blogspot.com/

Wanda disse...

Falar de amor é sempre um dom.
Lindas tuas palavras!
seguindo..

http://distractingpages.blogspot.com/

visite! :]
beijinhos

Alana disse...

É verdade que todas querem um amor...mas é difícil de achar. Adorei, de verdade. Você escreve muito bem! http://apartamento-707.blogspot.com/

Luua S. disse...

E por esse amor , estou sempre à esperar.
Parece até pedi demais por esse amor, mais nunca é demais querer amar por completo.
Lindo demais seu bloog e seus post's, adooorei.

Wlisses Freitas® disse...

Todos, exatamente todos buscam um grande amor, buscam ser compreendidos e amados por quem são.

Gostei.

Gostaria de te pedir uma opinião sincera no meu ultimo artigo: O que é o Amor? - em: www.mundodse.com

Grande abraço.

Marcus Alencar disse...

Eu sempre amo vir aqui e ler suas poesias, é algo que alegra meus olhos esse prazer de ler palavras tão bonitas e bem utilizadas.

Todos somos merecedores do amor, mas nem sempre lembramos que esse traz consigo uma certa dose de dor em maior ou menor grau. Por causa disso e outros motivos adquirimos experiência e amadurecemos nossos corações. Sendo assim, ame da forma como escreveu, aprenda e seja muito feliz amando e sendo amada.

OBS: Palavras de quem já encontrou uma pessoa muito especial na vida (a minha namorada Adilean)

Paulo Cheng disse...

Oi Bruna, belíssimo texto, onde vc discorre de forma suave e singela sobre a tua busca pelo verdadeiro amor, muito belo.

Tem uma definição maravilhosa sobre o amor que gosto muito, tá em Corintios 13, na Bíblia e, de tão lindo, transcrevo agora pra vc, leia e se deleite, ok?


Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.


Abração pra ti.

Jádison Coelho disse...

Muito bom o seu texto. Decorre sobre o amor de forma singela. Sei que encontrar um amor na medida certa é um problema.Também procuro um amor, mas entendi que o primeiro amor de todos vem de mim para mim.

Visita o meu blog:
escarceu-pre-datado.blogspot.com

Victor Viana disse...

Amor de cinema dura so ate o fim do filme , bom poema

Pamela Dal'Alva? disse...

não foi o seu texto que foi parar la??
acho q confundi pelo nome..
mais tava Bruna.. rsrs

foi mal.

Dalton Leça disse...

Que lindo mais esse texto seu, Bruna!
Verdadeiramente você tem o dom com as palavras!! Nota-se a veracidade nelas! Parabéns, viu? Abraços

Acessa o meu blog:
http://umpoucothetudo.blogspot.com/

projetosintonize disse...

É oq todos nós queremos. E antes dele precisamos nos amar e aprender a ser só. Tudo tem seu tempo!

Alain "Mad Hatter" disse...

sinceramente, não acho interessante ser instável, não sei por que outras pessoas são assim.
Eu sou extremametne sincero e coloco amor em um lugar acima de quase tudo.

Mas fora essas minhas comparações, o texto esta ótimo, vc escreve bem

30 e poucos anos. disse...

Quem faz a felicidade no amor somos nós mesmos ... não deposite a sua felicidade nas mãos de outras pessoas

Alê de Jesus disse...

Oi bruna!
Meu nome é Alessandra etenho um blog de textos e poemas.Gostaria de saber se posso pegar esse poema para postar no meu blog?
Ah me segue se der... http://meuhj.blogspot.com/
Bjão