sábado, 4 de junho de 2011

Uma carta



E hoje,
te escrevi uma carta
que nunca chegará as suas mãos
as  palavras me soavam artificiais demais
não te demonstravam nem metade do meu afeto
o escrito me pareceu barato
na verdade, tudo soava comum demais
simples demais
e fiquei com medo de parecer ridícula
é difícil descrever o que se sente
tive medo de minhas palavras lhe soarem corriqueiras e banais
tive medo de ser muito pouco pra você
prefiro te fazer viver o meu amor
do que tenta partilhar com você
apenas palavras

" E hoje eu sei, sem você, sou pá furada. "

                                                      Bruna Menezes    

34 comentários:

Alguém disse...

Belíssimos versos
Parabéns

Barbara Nonato disse...

O medo de parecer pouco não pode impedir que sejamos muito...

Lindo texto!

Mari Lovers disse...

Liindo! ;D

Dαиiellα Vettori. disse...

Lindo demais! *-*
Parabéns, menina.

@iamvictor_ disse...

Lindo!

^-^¨cat disse...

muito bonito! quanta coisa a gente não consegue explicar usando palavras...

Dreamer Girl disse...

Que lindo!
Adorei.

J. Sampaio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J. Sampaio disse...

Quantas vezes temos dentro de nós tantos sentimentos que ficam resguardados dentro de nós e muitas vezes a pessoa amada nem imagina o que sentimos por ela, por isso é melhor errar do que se arrepender por não ter tentado. É melhor escrever palavras tolas do que morrer sem saber se aquelas palavras faríam-te ganhar seu grande amor. É isso! Beijo

http://entaosoupoesia.blogspot.com/

Millena Blogueira disse...

Quem nunca escreveu uma carta e nunca a enviou por medo?
Alguns sentimentos estão guardados só para nós mesmos.

Paulo Cheng disse...

Lembra muito os dilemas de adolescentes descobrindo os primeiros relacionamentos. Bem legal e singelo, gostei.

Abração pra ti.

Marcus Alencar disse...

Que o medo nunca a impeça de ser feliz como merece, pois é única e somente quando tentamos que somos capazes de superar nossas próprias barreiras. Mesmo assim, não entregar uma carta de amor ou até mesmo dizer isso diretamente é uma escolha que não pode ser julgada. Talvez tenha sido melhor, talvez o tempo saiba que não é a hora certa ou a pessoa certa.

gabriell de minno disse...

muito lindo seu blog eu amei suas colunas

gabriell de minno disse...

segue la no gabrielluniaodastribos.com

Vanessa disse...

Algumas cartas escrevi prá mim mesma.

Bom fim de semana e eutimia!

Luiza Vinhosa disse...

Realmente as palavras não traduzem todos os sentimentos e às vezes estamos tão apaixonados que dizer "eu te amo" parece muito pouco. O melhor mesmo é viver esse amor de todas as maneiras, seja através de uma carta mesmo que simples, seja através de outros gestos.

Beijos,

Luiza

Dark Side disse...

Você sabe que ama não porque você diz,porque muitas vezes te faltam as palavras. Nem pelo sorriso que você distribui, pois
amar não é sempre sorrir, você sabe que ama, quando no silêncio de uma noite, bem no fundo dos batimentos do seu coração, você escuta alguém chamando o seu nome.
E quando você levanta..Está sozinho.
OU não :P

remindsyou.blogspot.com

Angelus disse...

Estou vivendo esse dilema em meu peito. Não escrevi uma carta, mas as palavras que eu busco para entender o que eu sinto e para expressar esse sentimento me parecem insuficientes. Essa é umas das poucas vez que tenho receio das palavras.

Ana Carolina disse...

Lindo mesmo , estava pensando sobre isso um dia desses quando escrevia uma carta pra minha namorada .. como parece pouco você definir toda carga de afeto ,ansiedade, prazer , tesão , tensão, paixão .. em palavras tudo pareceu clichê e pouco no conjunto de tudo que sinto em sua presença seu texto demonstrou bem o que eu sinto também
parabéns :)


http://conflitopsiquico.blogspot.com/

Dani Amorim disse...

Simplismente perfeito, de todo o coração, nunca li algo que me tocasse tanto, tão sutil, tão belo, amor em entre linhas, estou fascinada.Meus parabéns mais sinceros ^^

Karla Hack dos Santos disse...

Sentimento sincero em versos...
Maravilha!

;D

bia santos disse...

Uma ação, vale mais do que mil palavras...

Laerton Santos disse...

BeloBlog! Tô seguindo!

Cláudia Benevides disse...

Bru,
que bacana!Adorei!!!!
A parte da pá furada é demais!!!
bjos
http://draclaudiabenevides.blogspot.com/

Bruna M. disse...

Feliz é aquele que consegue expressar exatamente o que está sentindo, com palavras.
Muito bom o texto xará ;)

http://aboutthevioletsea.blogspot.com/

felipe leon disse...

muito bom seu post ...

Júh Sodi disse...

Lindos versos,

mas não desista, entregue suas cartas sempre...Lembre-se de que seu mínimo pode ser o máximo do outro!

Beijos

Daieli Letícia disse...

Lindo demais!

outro lado disse...

mto lindo *.* o amor vai alem das palavras alem da compreensao

Lívia Neves disse...

Que lindo. O amor é muito mais que simples palavras e meros gestos. É muito mais do que conhecemos, é mais que o céu e mais que o ar.

Teorias de Gi disse...

Muito lindo, mas descrever o que sentimos é um gesto maravilhoso.
Devias valorizar mais suas palavras.
Voce é boa com elas.

http://umaamigapramim.blogspot.com/

palavras ao vento disse...

belas palavras...so não gostei de vc se achar uma pá furada sem a pessoas...afinal não temos por que nos diminuir em relação a outros...

mulherices disse...

Quem nunca escreveu algo para alguém ... e jamais entregou? :)

Analiice Oliveira disse...

Liindo o blogger..
adorei o texto..
Passa lah no meu ...
acabei de postar um textozinho liindo..
Te segui, me segue tbm ?
Bjuuuuuuux!!'